Juventude de Belém

Espaço dedicado ao GRANDE CLUBE DE FUTEBOL "OS BELENENSES"

quinta-feira, maio 11, 2006

SERÁ JORGE JESUS OU JOSÉ MOTA?!?!?!?!?!?


O emblema da Cruz de Cristo parece já ter encontrado o seu (Jorge) Jesus, tudo apontando para que este seja o substituto de José Couceiro no comando da equipa.

Jorge Jesus avança para lugar de Couceiro

A SAD dos azuis quer assegurar os serviços do técnico que conduziu o Leiria ao sétimo lugar na Liga e, segundo O JOGO apurou, faltará apenas uma conversa de Jesus com o líder dos leirienses para concluir a mudança para o Restelo. Em caso de alteração de planos, José Mota e Vítor Oliveira são alvos também em mira.

É, tal como o presidente Cabral Ferreira havia prometido, um treinador... à Belenenses. Antigo jogador do clube, na década de 80, o (ainda) treinador do Leiria está a um pequeno passo de regressar ao Restelo pela porta grande, assumindo o papel de salvador, ao qual já deu corpo várias vezes. Num contexto particularmente delicado da vida do clube, Jorge Jesus aparece como um nome consensual, capaz de acalmar a ira dos sócios, e reúne o perfil exigido pelos responsáveis do clube. "Queremos um treinador com muita experiência, tanto na Liga de Honra como na Liga principal, e que tenha tido sucesso. Poderá ser alguém que nunca treinou o Belenenses, mas perfeitamente identificado com a estrutura do clube", revelou Cabral Ferreira, ao longo do dia de ontem, deixando ainda a certeza de que o novo técnico - além de Jesus constam ainda na lista dos azuis os nomes de José Mota e Vítor Oliveira - será apresentado "no início da próxima semana".

O cenário acima traçado esbarra apenas na ligação do técnico, ainda em vigor, com o Leiria. A renovação foi sempre um dado muito plausível, mas várias vezes adiado. O próprio Jorge Jesus sabia que valia a pena esperar mais um pouco, pois teria mais hipóteses de ser convidado para um novo desafio. Foi o que aconteceu, com a proposta dos azuis, permitindo-lhe voltar, agora noutras funções, a um clube histórico, que sempre desejou treinar. A questão é que Jesus não quer tomar uma decisão sem antes falar com João Bartolomeu - esteve ausente no Porto durante o dia de ontem - , mas fonte próxima do processo até garantiu a O JOGO que o acordo... já está selado.

Azuis pedem rapidez para o "caso Mateus"

O presidente dos azuis voltou a abordar o denominado "caso Mateus". "O Belenenses pretende apenas ver os regulamentos cumpridos. Como não o foram dentro das quatro linhas, agora queremos repor a verdade desportiva. Fomos muito prejudicados ao longo da época e falámos pouco. Vou esperar serenamente, aguardando por uma decisão rápida dos órgãos competentes", garantiu o dirigente, que, noutro âmbito, confirmou a escolha da dupla Tuck/Filgueira para "dirigir os treinos até ao final da época".

A próxima época "já está a ser planeada" e, na ordem do dia, está a possibilidade de alguns activos virem a ser transaccionados, com destaque para Meyong: "A saída dele terá de ser ponderada em termos financeiros e desportivos. Há propostas do estrangeiro para ele e é certo que vão sair jogadores."

Quanto às mudanças anunciadas, Cabral Ferreira informou que "SAD e Direcção já definiram uma profunda reestruturação", além de ter alertado para a necessidade de serem encontradas "receitas alternativas", bem como proceder a uma "optimização dos custos".

Meyong foi buscar convocatória

O cancelamento do treino agendado para ontem à tarde confundiu alguns jogadores, que passaram pelo Restelo e acabaram por fazer marcha-atrás. Rui Jorge foi um desses casos, assim como Pelé, enquanto Meyong aproveitou o facto de estar em Lisboa para dar um salto ao estádio e recolher a convocatória para o jogo dos Camarões frente à Holanda, no próximo dia 27. Pensou-se que o encontro com os responsáveis azuis pudesse estar relacionada com uma eventual negociação tendente à transferência do jogador, mas tanto o camaronês, como o seu representante, afastaram prontamente esse cenário, o mesmo acontecendo no caso do central.

Sócios tentam destituir Direcção

Um grupo de sócios garante que vai pedir, até ao final desta semana, ao Conselho Geral (CG) do clube que providencie no sentido de solicitar a marcação de uma assembleia geral extraordinária com vista à destituição dos actuais órgãos sociais e nomeação de uma comissão administrativa para preparar uma futura reunião magna destinada a eleger novos dirigentes. Os associados estão a recolher o número exigido de assinaturas (250) e até esperaram ultrapassar a marca estabelecida. Para sexta-feira, está ainda agendada uma reunião entre o CG e a Direcção, para esclarecer a situação do clube.

Palitos defende providência cautelar

O candidato derrotado às últimas eleições, Mendes Palitos, considera que a participação enviada à Liga no âmbito do caso do jogador gilista Mateus peca por insuficiente. No entender do advogado, os azuis deveriam ter interposto uma providência cautelar por forma a evitar a homologação dos resultados da última Liga.

Jorge Jesus seduzido

A principal prioridade na linha de sucessão a José Couceiro dá pelo nome de... Jorge Jesus. O ainda treinador do U. Leiria reúne a preferência da SAD do Belenenses e as démarches nesse sentido estão em curso. Apesar do princípio de acordo entre Jesus e a SAD do União versando a continuidade deste em Leiria, a verdade é que o técnico ainda não viu todas as suas pretensões satisfeitas na cidade do Lis, pelo que pode dar-se uma reviravolta favorável aos do Restelo.

Experiência de I e II Divisões, com subidas no currículo e um passado ligado ao Belenenses. Foi este o perfil traçado pelo presidente Cabral Ferreira no que concerne ao próximo treinador do emblema da cruz de Cristo, perfil esse que encaixa que nem uma luva no nome de Jorge Jesus, que já treinou em todos os escalões, subiu Felgueiras e V. Setúbal e... jogou com a camisola dos azuis.

Segundo A BOLA apurou, Jesus é, de facto, o técnico desejado para assumir a nau belenense e já foi contactado nesse sentido, mostrando-se receptivo. Acontece, porém, que já tinha um acordo de princípio para ficar em Leiria. No entanto, o consumar definitivo desse acordo pressuporia a satisfação de determinadas condições, o que ainda não aconteceu. Ou seja, o U. Leiria ainda poderá ter uma palavra a dizer. E o Belenenses também...

Cabral Ferreira opta, para já, pelo segredo e avança apenas que "os contactos já existem" e que "nos próximos dias, início da próxima semana", terá um treinador para apresentar.

Treino com Tuck e Filgueira

O plantel regressa hoje (10 horas) ao trabalho sob orientação de Tuck e Filgueira. O primeiro deve, aliás, assumir em breve funções na SAD, no âmbito da "profunda reestruturação transversal" anunciada pela Direcção em "todos os sectores e áreas do clube".

Mota confirma possível saída

José Mota confirmou ontem à tarde que o Belenenses pretende contratá-lo. "É uma possibilidade, mas existem outras. Está tudo em aberto", disse o treinador pacense.

Jorge Jesus desejado para o regresso à Liga

TÉCNICO AINDA NÃO RENOVOU COM A U.LEIRIA

Jorge Jesus é o treinador preferido do Belenenses para fazer regressar o clube à Liga. O nosso jornal sabe que já houve uma abordagem de Cabral Ferreira ao técnico. Contudo, este não deu qualquer resposta por estar em negociações com os leirienses, tendo em vista a possível renovação do contrato. Mais: Jesus, ao que apurámos junto de fonte conhecedora do processo, terá feito saber ao presidente dos azuis que só aceitará iniciar conversações depois de ter uma resposta de João Bartolomeu, a qual deveria ter sido dada ontem.

Contudo, a deslocação de Bartolomeu ao Porto, para tratar dos pormenores relacionados com a transferência de João Paulo para os dragões, acabou por inviabilizar o jantar que estava agendado com o treinador. Assim, a concretização, ou não, da ida de Jesus para Belém está dependente da vontade de... João Bartolomeu. Entre hoje e amanhã tudo se definirá.

Luís Pires quer convocar AG

ANTIGO PRESIDENTE EXPRIME REVOLTA

“É preciso que alguém com passado no Belenenses dê a cara. Os sócios devem pronunciar-se sobre este tremendo fracasso e à actual direcção só resta colocar o lugar à disposição”. É assim, deste modo contundente, que Luís Pires, antigo presidente dos azuis, resolve tomar as rédeas da revolta. A convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária é o primeiro passo.

Luís Pires foi presidente substituto de 1991 a 93, presidente no biénio 93/94 e ainda vice na gerência de Ramos Lopes. O futebol esteve várias vezes sob o seu comando directo. Agora, cedendo à pressão de um grupo de associados, dá voz a um alerta que diz ser imprescindível.

“O futebol do Belenenses dispôs de um orçamento altíssimo, fez contratos milionários e não apresentou resultados desportivos. Junte-se a isto jogadores de valor algo duvidoso e promessas europeias e qual é o desfecho? A dramática descida de divisão!”

Luís Pires acrescenta que os dramas não ficam por aqui: “A situação financeira também é dramática. Ou seja, o clube não foi gerido com competência e além de piorarem os resultados desportivos também no campo financeiro os sinais são negativos”.

Por tudo isto, sintetiza Luís Pires, “o Belenenses tem de devolver aos sócios as responsabilidades da escolha. A esta direcção, creio, não restará outra alternativa que não seja a de colocar o lugar à disposição. Se tivermos de avançar para eleições antecipadas, vamos! Isto é um alerta. Não se pode cair no marasmo”.

2 Comments:

  • At 11/5/06 22:47, Blogger António Belém said…

    Jesus ou o Mota são bons treinadores, e fico contente com um ou outro pois ambos possuiem algo que o Couceiro nem em sonhos tem como treinador: GARRA. FORÇA BELEM !

     
  • At 11/5/06 23:56, Blogger Mário_CFB said…

    Sem dúvida q um ou outro tem a GARRA q Couceiro não teve.
    Vamos ver no que vai dar.
    Saudações Azuis!!!

     

Enviar um comentário

<< Home